Treinamento Funcional

O que é o Treinamento Funcional?

O treinamento funcional mistura diferentes capacidades físicas em um só exercício. Baseados nos movimentos naturais do ser humano (como correr, pular, agachar), trabalha o corpo como um todo, auxiliando a força muscular, a coordenação motora , a flexibilidade, o equilíbrio e o sistema cardiorrespiratório. O treinamento funcional possibilita um desenvolvimento corporal completo.

Com esse tipo de treinamento, você ganha força, flexibilidade, equilíbrio, agilidade, condicionamento físico e mais resistência. Ao contrário da musculação, os exercícios funcionais não trabalham com movimento mecânicos e eixos isolados. É uma ótima alternativa para quem acha a academia “chata”. O treinamento funcional previne lesões, melhora a condição cardíaca, reduz o percentual de gordura e ainda emagrece e define o corpo.

Pode ser feito apenas com o peso do corpo ou utilizar acessórios como elásticos, cordas, bolas, cones, discos e hastes. A recomendação é de que o treino seja feito pelo menos 3 vezes por semana. Em uma hora, a pessoa pode queimar até 800 calorias por treino.

Benefícios do Treinamento Funcional

treinamento funcional benefícios

Alguns dos benefícios desse estilo de treino incluem:

  • Fortalecimento muscular: o treinamento funcional define e tonifica o corpo por completo, sem precisar de exercícios específicos para o bumbum ou para a barriga. Ele ativa mais fibras musculares do que a musculação, preparando o corpo para qualquer movimento;
  • Trabalha todo o corpo de uma vez só: os exercícios funcionais são movimentos compostos, que integram as pernas, os braços e trabalham também a região do core;
  • Trabalho cardiorrespiratório: exige rapidez de execução dos exercícios e um alto tempo de permanência em cada posição, aumentando a frequência cardíaca de acordo com o quão intensa é cada uma das tarefas;
  • Melhora a postura: o treinamento funcional fortalece os músculos e ajuda no desenvolvimento da consciência corporal, o que acaba alinhando quadril, ombros e pescoço. Isso resulta em uma melhora significativa na postura;
  • Diminui as dores nas costas: esse treinamento trabalha o core (músculos que compõe a região lombar, pélvica e do quadril), estabilizando o corpo de forma geral;
  • Flexibilidade: os movimentos executados no treinamento funcional são de amplitude total, o que faz com que o músculo se alongue como consequência;
  • Treino dinâmico: diferentemente da série de exercícios fixos presente na musculação, o treinamento funcional utiliza treinos mais diversificados. Dessa forma, é mais fácil você se divertir e sentir prazer na prática;
  • Mais equilíbrio e coordenação motora: alguns exercícios do treinamento funcional trabalham especificamente com esse objetivo, como o agachamento unilateral. Alguns movimentos circenses também podem ser incluídos, como o malabarismo, para trabalhar a coordenação e a percepção de espaço e tempo de reação.

Treinamento Funcional Emagrece?

treinamento funcional emagrece?

O treinamento funcional, como qualquer exercício, ajuda a queimar um bom número de calorias. Isso significa que, sim, ele emagrece. Um treino de uma hora pode eliminar, em média, de 800 a 1000 calorias.

Além disso, os exercícios funcionais estimulam o aumento da queima de calorias mesmo quando o praticante não está, de fato, treinando. Ao trabalhar os músculos do corpo todo, além de aprender a realizar novos movimentos, o indivíduo pode se tornar mais ativo no seu dia a dia. Isso pode ocorrer trocando o elevador pelas escadas, por exemplo. O caminho ao trabalho ou ao supermercado feito a pé, descer do ônibus um ponto mais longe do seu destino, tudo isso pode fazer com que o praticante do treinamento funcional gaste mais energia, colaborando com a perda de peso.

O treinamento funcional também pode contribuir com o ganho de massa muscular, o que também torna a perda de calorias mais eficiente. Quanto maior for a taxa de massa muscular de uma pessoa, maior será a quantidade de calorias que o seu corpo é capaz de queimar.

Treinamento Funcional: Circuito

circuito funcional

O circuito é uma modalidade de treinamento funcional, que foge dos padrões de treino repetido que conhecemos na musculação. É uma prática que vem crescendo pelo mundo todo, mudando o modo com que as pessoas vêem a prática de exercícios físicos.

Ele combina movimentos comuns do dia a dia (como empurrar, puxar, girar, lançar, etc) com movimentos que geram uma maior resistência, coordenação e equilíbrio. Dessa forma, o circuito integra o corpo como um todo, para gerar um gesto motor específico em diferentes movimentos. O circuito funcional pode ser feito em diferentes lugares, com os mais variados exercícios. Ele trabalha com força, equilíbrio, agilidade e capacidade cardiorrespiratória.

O circuito no treinamento funcional trabalha com todos os grupos musculares, principalmente os que participam do equilíbrio corporal. Assim, foca na mobilidade articular, na flexibilidade corporal, na coordenação motora, na resistência muscular, na força total do corpo e na estabilidade articular. Todos os músculos são trabalhados ao mesmo tempo, de forma conjunta.

Os exercícios costumam utilizar halteres, barras, caneleiras, elásticos e cordas de suspensão. Com o circuito funcional, é possível definir a musculatura e ainda perder peso ao mesmo tempo. É um modo dinâmico, que foge do tédio das academias.

Fontes:

http://www.periodicos.usp.br/fpusp/article/view/12188

https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=VSmzDQAAQBAJ&oi=fnd&pg=PA3&dq=treinamento+funcional&ots=JDCZoZwglx&sig=uYpvdZQPAH9vRhqXpyqWCTE73Ts

https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&lr=&id=WyuzDQAAQBAJ&oi=fnd&pg=PT5&dq=treinamento+funcional&ots=Kyw7Eacvl8&sig=dt3zocOdFn5o3e48foISFqQOAVk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar para o Topo