Reeducação alimentar

De acordo com pesquisas, os brasileiros estão cada vez mais gordos e os maus hábitos alimentares são os grandes culpados. A procura por dietas do momento ou remédios milagrosos aumentou muito. A cada semana ou cada mês a tentativa de pôr uma nova dieta em prática acaba falhando. E o pior: na maioria dos casos, as dietas são extremamente restritas e rigorosas a apenas alguns tipos ou grupos de alimentos.

Essas dietas malucas também têm, normalmente, um ponto em comum: o “efeito sanfona”, que acontece quando a pessoa perde muito peso em um curto período de tempo e, após o final da dieta, a pessoa retorna ao peso inicial. Além disso, essa perda de peso rápida acarreta em sérios problemas para a saúde.

Por esses e outros motivos, a reeducação alimentar é a melhor maneira de perder peso de modo definitivo e saudável. Começar pode ser difícil, pois estamos acostumados com os hábitos alimentares antigos. Para perder peso, devemos mudar esses hábitos, como por exemplo: evitar exageros, seguir um cardápio balanceado, praticar exercícios, consumir mais frutas e legumes, beber mais líquidos, diminuir o consumo de álcool, controlar os doces, fazer várias pequenas refeições durante o dia no lugar de uma grande refeição, mastigar bem os alimentos, etc.

Confira dicas para fazer uma reeducação alimentar de sucesso com a Nutricionista Patrícia Leite no vídeo abaixo:

Decidir começar uma Reeducação Alimentar

começar reeducação alimentar

Para ter sucesso em uma reeducação alimentar, é necessário ter persistência e não desistir dos objetivos. Porém, existem outros detalhes importantes a serem observados e seguidos para evitar começar a reeducação alimentar de um jeito errado, o que pode fazer você se frustrar ao tentar atingir uma meta. Confira a seguir os passos para começar uma reeducação alimentar:

  • A decisão de começar uma reeducação alimentar deve partir de você. Se alguém insiste para você fazer contra a sua vontade, vai ser difícil persistir;
  • Mude sua maneira de pensar em relação a alimentação. Todos sabemos que comer é bom demais, e reeducação alimentar não quer dizer que você não poderá mais comer tudo o que gosta, mas sim que você precisará encontrar um equilíbrio entre todas as coisas;
  • Identifique seus maiores erros alimentares e elimine-os. Porém não faça essa mudança bruscamente. Comece devagar, aos poucos. Tente estipular objetivos específicos, mas que sejam fáceis de alcançar;
  • Faça um diário alimentar. Anote em um caderno tudo que você come no dia, com horários e quantidades. Anote também a quantidade de água que você consumiu e as atividades físicas que você fez. Isso ajuda a enxergar com mais clareza o que você está comendo e auxilia a identificar os erros alimentares.

Passos para uma Reeducação Alimentar bem-sucedida

  • Procure um nutricionista. Ele que fará o seu cardápio, lhe orientando de acordo com suas necessidades e individualidade biológica;
  • Opte pelo consumo de alimentos pouco processados;
  • Opte por alimentos sem ou com poucos conservantes;
  • Elimine os alimentos refinados;
  • Substitua carboidratos simples por complexos com fibras;
  • Substitua proteína gorda por proteína magra sem gordura;
  • Troque a gordura saturada por gordura de boa qualidade;
  • Aumente o consumo de frutas, verduras e legumes;
  • Troque o consumo de refrigerante por sucos naturais e água;
  • Pratique exercícios físicos.

Dicas para ter Sucesso em uma Reeducação Alimentar

mastigar bem

  • Mastigue bem os alimentos, coma devagar. Isso ajuda você a diminuir a quantidade consumida em uma refeição. O corpo demora em média 20 minutos para processar a sensação de saciedade. Então, se você almoçar em 10 minutos, por exemplo, não sentirá seu estômago cheio e terá vontade de repetir o prato sem necessidade;
  • Faça atividades físicas regularmente. Elas vão fazer com que seu corpo consuma mais energia, ajudando na perda de peso;
  • Durma pelo menos 7 horas por noite. A qualidade do sono é um fator importante para o organismo e pode influenciar na perda de peso;
  • Não existem alimentos proibidos, existem alimentos obrigatórios. Tenha uma alimentação rica em fibras, frutas, verduras, grãos integrais. Assim, não tem problema de você ter uma refeição “livre” de vez em quando!

Reeducação Alimentar x Regime

A seguir, vamos comparar a reeducação alimentar com o regime. Assim, é fácil concluir que a reeducação alimentar é o melhor caminho para um emagrecimento saudável e duradouro.

Regime:

  • Uma hora ou outra ele vai acabar;
  • Quem decide fazer regime, espera por resultados rápidos. Se isso não acontece, ela tende a se frustrar;
  • A alimentação dos regimes normalmente é bem severa. Muitas vezes as pessoas sentem até mesmo a necessidade de se afastar de algumas atividades sociais;
  • Depois do fim do regime, a pessoa volta a comer como comia anteriormente, já que não se acostumou com bons hábitos alimentares;
  • A pessoa normalmente recupera todo o peso perdido e muitas vezes pode até ganhar uns quilinhos a mais;
  • Regimes podem prejudicar a saúde.

Reeducação Alimentar:

  • Na reeducação alimentar, a pessoa adota um novo estilo de vida, ou seja, não tem prazo para terminar;
  • Normalmente, os planos alimentares são elaborados por nutricionistas, então são feitos especialmente para a pessoa, levando em conta a rotina, necessidades e gostos;
  • É mais motivadora, pois a pessoa não precisa se privar das coisas que gosta de comer;
  • Os resultados nem sempre são alcançados rapidamente, mas são definitivos;
  • Além da melhora estética, a reeducação alimentar melhora a saúde de um modo geral.

nutricionista reeducação alimentar

Portanto não perca mais seu tempo em regimes e dietas malucas! Procure um nutricionista e comece agora mesmo uma reeducação alimentar para ter resultados para o resto da sua vida!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar para o Topo