Problemas de ereção


Problemas com ereção é mais comum do que se imagina e pode aparecer em qualquer idade. Entretanto, esse assunto ainda costuma ser tabu entre os homens que, por vergonha ou falta de informação, demoram a procurar ajuda.

Os problemas de ereção podem ser passageiros e tratados de forma simples. Porém, em alguns casos, há consequências mais sérias que podem levar os homens a ter disfunção erétil ou impotência sexual, casos permanentes de problemas de ereção.

Para todos os casos, é possível tratar a dificuldade das ereções. Para isso, é preciso entender o problema e os diversos tratamentos, deixando a vergonha e o medo de lado.

Então, se você tem dificuldade em manter ereções de maneira prolongada e não consegue ter o desempenho e a potência no sexo que realmente gostaria, abaixo estão todas as informações que precisa saber para acabar com os problemas de ereção.

O que é Problema de Ereção?

Problemas com ereção se caracterizam como incapacidade de atingir e/ou manter a ereção no sexo, comprometendo o desempenho sexual. Nesses casos, o pênis não fica rígido o suficiente para desenvolver o ato sexual de forma satisfatória, interferindo na penetração.

Já a disfunção erétil ou impotência sexual são caracterizadas pela incapacidade permanente de atingir a ereção para manter uma relação sexual satisfatória.

Os problemas de ereção podem acontecer em qualquer idade. Já a disfunção erétil é mais comum em homens mais velhos. Contudo, os dois casos de dificuldades na ereção possuem tratamento, mas é preciso ter o diagnóstico correto em mãos antes de começar a tratar o problema sexual.

Causas dos Problemas de Ereção:

Os problemas com ereção acontecem quando o sangue não chega ou não se mantém por tempo suficiente no pênis, na forma necessária para que a ereção aconteça e a penetração possa acontecer satisfatoriamente. Esse processo envolve alterações nos músculos, nervos e vasos sanguíneos do órgão sexual. Quando há algum impedimento nesse sentido, é que a dificuldade da ereção acontece.

As causas para os problemas de ereção, assim como da disfunção erétil, são distintos e podem ser caracterizados como psicológicos, aqueles ligados as doenças emocionais e psicológicas, ou orgânicos, aqueles que afetam algum estado físico da pessoa, seja por doença ou por algum tipo de medicação.

A dificuldade no sexo pode ser causada por inúmeros motivos, e é importante entender qual as principais causas dos problemas de ereção para procurar o tratamento correto.

Abaixo estão as principais causas dos problemas de ereção, veja se algum deles lhe parece familiar e busque ajuda especializada o quanto antes:

  • Diabetes;
  • Hipertensão arterial;
  • Doenças cardíacas;
  • Distúrbios da tireoide;
  • Baixo fluxo sanguíneo;
  • Depressão;
  • Distúrbios neurológicos, como esclerose múltipla ou doença de Parkinson;
  • Medicamentos como anti-hipertensivos, remédios para o coração, alguns medicamentos para úlceras pépticas, comprimidos para dormir e antidepressivos;
  • Dano nervoso por cirurgia na próstata;
  • Uso de nicotina, álcool ou cocaína;
  • Pouca comunicação com o parceiro ou parceira;
  • Sentimentos de dúvida e fracasso;
  • Lesão da medula espinhal;
  • Estresse;
  • Medo;
  • Ansiedade;
  • Irritabilidade;
  • Expectativas sexuais não realistas, que transformam o sexo em obrigação em vez de prazer.

Sintomas dos Problemas de Ereção:

É preciso ter em mente que, para ser considerado que o homem tenha problemas de ereção, é preciso que a dificuldade esteja acontecendo de forma contínua e, para ser considerado disfunção erétil ou impotência sexual, de forma permanente.

Para entender melhor se sofre com problemas de ereção, fique atento aos principais sinais:

  • Dificuldade no sexo seguidamente;
  • Dificuldade com a ereção entre 3 a 4 últimas vezes que manteve relações sexuais;
  • Dificuldade para manter ereções durante o mínimo de um mês;
  • Demora para conseguir ereções;
  • Não consegue manter ereções por um longo período de tempo;
  • Ereção pequena;
  • Rigidez insuficiente;
  • Ejaculação precoce;
  • Não sente mais ereções espontâneas e matinais;
  • É preciso ter muito mais tempo para atingir ereções do que no passado;
  • Possui dificuldade em manter relações sexuais em determinadas posições.

Tratamentos para os Problemas de Ereção:

Existem inúmeras formas para tratar os problemas de ereção. Dependendo da intensidade e da causa do problema, as formas de cura podem ser naturais e simples, com mudanças em alguns hábitos de vida, ou através de medicamentos e procedimentos cirúrgicos.

Por isso, é importante ter o diagnóstico correto em mãos e entender se, o que o homem possui são problemas mais comuns de ereção, ou graves que possam se caracterizar como disfunção erétil ou impotência sexual.

Também é preciso lembrar que quanto mais cedo o problema de ereção for diagnosticado, mais fácil será a forma de tratar e curar a dificuldade no sexo.

Os métodos de tratamento vão depender das causas do problema. Entre as principais formas de acabar com os problemas de ereção estão:

Mudanças no estilo de vida

Fumar, beber e utilizar drogas ilícitas podem agravar a circulação sanguínea no órgão sexual, impedindo que a ereção possa se dar facilmente. Por isso, se algum desses consumos se da de forma exagerada, é interessante diminuir a utilização o máximo possível.

Pratique exercícios físicos

As atividades físicas são boas opções para superar problemas de ereção, que podem ser passageiras e controladas através da mudança de hábitos. Os exercícios físicos, seja qual for, tem poder de liberar serotonina e dopamina no corpo, trazendo bem-estar, prazer, controle emocional e afastando problemas de cansaço, estresse, ansiedade e depressão.

Os transtornos emocionais podem afetar o desempenho de qualquer pessoa no sexo. Além disso, manter o corpo em atividade traz inúmeros benefícios para o organismo, que começa a trabalhar saudavelmente, respondendo a estímulos, seja sexuais ou não, de forma instantânea.

Alimentação equilibrada

A alimentação também é um fator que pode interferir na atividade sexual. Por isso, manter um cardápio equilibrado, rico em fibras, integrais, carboidratos complexos, verduras, legumes, frutas e proteínas, é essencial para manter o corpo e o organismo em dia, livre de problemas mentais e físicos, que podem interferir no desempenho sexual.

Além disso, existem alguns alimentos afrodisíacos que agem como estimulantes sexuais. Vale a pena dar uma investida neles para melhorar o desempenho e a potência no sexo.

Psicoterapia ou psiquiatria

Caso a causa dos problemas de ereção sejam diagnosticados através de doenças mentais ou emocionais, o mais indicado é fazer a psicoterapia. Em casos mais severos, recomenda-se a consulta ao psiquiatra.

Esses são os especialistas em distúrbios e transtornos mentais, capazes de ajudar a controlar o emocional. Ansiedade, depressão, estresse em excesso, pânico, irritabilidade e inúmeros outros problemas psicológicos, podem interferir no desempenho sexual e, inclusive, agravar a impotência sexual.

Nesses casos, é preciso tratar primeiramente o problema mental para depois o problema de ereção.

Medicamentos orais

Os medicamentos orais agem no mecanismo erétil, inibindo a fosfodiesterase, que age na pressão arterial e libera a passagem do sangue para o pênis. Além disso, esse tipo de remédio relaxa os músculos penianos e promovem a dilatação das artérias locais. Entretanto, precisam de estimulação para funcionar.

Mas é preciso salientar que nem todo remédio sexual é 100% seguro e, muitas vezes, podem levar a problemas cardíacos.

Suplementos Alimentares Naturais

Existem vários suplementos alimentares em cápsulas e naturais, que agem diretamente no problema de ereção ou na disfunção erétil e impotência sexual. Eles são compostos por nutrientes e afrodisíacos que trazem o desempenho no sexo de volta, melhorando a potência e duração das ereções.

Alguns suplementos contém a famosa Maca Peruana, afrodisíaco natural que estimula a ação, o desempenho e a potência sexual.

Injeção peniana

A injeção peniana é indicada quando os tratamentos orais não conseguem solucionar o problema. Esse tipo de método consiste no aumento do fluxo sanguíneo no pênis, que permite a ereção.

A injeção é aplicada na base do pênis antes da relação sexual.

Terapia intra-uretral

A terapia intra-uretral consiste na aplicação de uma cápsula de medicamento na uretra, aumentando o fluxo sanguíneo no local.

Bomba de vácuo

A bomba de vácuo possibilita a ereção porque gera pressão negativa e faz com que os corpos cavernosos sejam preenchidos com sangue. Ele é formado por um cilindro, uma bomba que retira o ar e anéis constritores que mantém a ereção.

Prótese peniana

A prótese peniana somente é recomendada em casos de disfunção erétil e impotência sexual irreversíveis, em que nenhum outro tipo de tratamento solucionou o problema de ereção. Ela é aplicada através de um procedimento cirúrgico e possui diversos modelos para melhor ficar confortável e natural ao paciente.

A prótese peniana é colocada dentro dos corpos cavernosos, ocupando 70% do espaço. Dessa forma, faz com que as artérias preencham apenas os restantes 30% do espaço, facilitando a obtenção da ereção.

É importante ressaltar que este tratamento não pode ser desfeito e por isso é considerado em último caso. Além disso, não permite que o homem tenha ereções espontâneas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar para o Topo