Melatonina

Você já sofreu com insônia, problemas para pegar no sono ou para acordar cedo? Com certeza você também conhece alguém que passa por isso. As irregularidades no sono estão cada vez mais comuns no dia a dia das pessoas, assim como os remédios e suplementos para normalizar esse quadro. As noites mal dormidas podem impedir a conservação da memória, enfraquecer a imunidade, alterar o funcionamento do metabolismo, levar ao envelhecimento precoce, desregular a pressão arterial, afetar o desempenho físico e prejudicar o humor.

A dificuldade para dormir pode ser causada por inúmeros fatores: distúrbios do sono, depressão, ansiedade e até aspectos da vida cotidiana, como estresse diário, poluição sonora ou luminosa, uso de alguns medicamentos, hábitos alimentares, atividades excitantes antes de dormir e uso de algumas substâncias, como nicotina e cafeína. Alguns desses elementos podem estar afetando diretamente na produção de Melatonina no organismo, causando as disfunções do sono.

O Que É Melatonina?

A MELATONINA é conhecida como o hormônio do sono. Ela é produzida naturalmente pelo corpo humano, relacionada à indução do sono e ao metabolismo ao longo do dia. É importante para a regulação do ritmo circadiano, o relógio biológico que determina os ciclos de sonolência e alerta em cada organismo. A substância começa a ser produzida na glândula pineal quando o dia escurece – para ajudar o organismo a se preparar para dormir, e atinge seu nível máximo quando estamos dormindo. No nascer do sol, quando volta a claridade, a glândula reduz a produção de melatonina, sinalizando que é hora de acordar.

No entanto, temos cada vez mais estímulos luminosos presentes na rotina: televisões, computadores e celulares. As luzes desses dispositivos desregulam a produção natural de melatonina no nosso corpo, causando irregularidades no sono. É importante evitá-los, além dos estímulos sonoros ou aromáticos, na hora de dormir, para que a melatonina possa ser produzida adequadamente.

Algumas condições podem influenciar na produção regular de melatonina, como idade, exposição a diferentes fontes de luz, alguns medicamentos e cegueira. Hoje, encontramos no mercado a melatonina produzida sinteticamente, que corrige os números dessa substância no nosso organismo.

Para Que Serve a MELATONINA?

A Melatonina não é apenas importante para regular o sono, mas também trabalha reparando as células expostas ao estresse, à poluição e a outros elementos nocivos. Além disso, tem um efeito antioxidante poderoso, e combate os radicais livres que promovem o envelhecimento e agridem o organismo.

No sistema imunológico, a melatonina pode prevenir e ajudar no tratamento do câncer, promovendo o sono, que é um fator de grande importância para a regulação do mecanismo de controle de células novas, e potencializando os efeitos da quimioterapia no organismo.

Ela tem um papel importante no controle do apetite, da diabetes e da obesidade. Além disso, pode ser eficaz na melhora da enxaqueca, no tratamento da síndrome dos ovários policísticos, na melhora dos sintomas da cólica nos bebês, no tratamento para a calvície e em lesões cardiovasculares em pacientes com doença de Chagas.

A versão sintética da melatonina, encontrada em comprimidos, é vantajosa para casos de:

  • Insônia: quando a pessoa demora muito para adormecer, ou tem dificuldades em criar uma rotina. Alguns casos de insônia podem estar relacionados a um déficit na produção de melatonina;
  • Doenças que diminuem o nível de melatonina no organismo: como Alzheimer, Parkinson, autismo, déficit de atenção e hiperatividade (TDAH);
  • Pessoas que trabalham em horários alternativos e têm o sono desregulado por conta disso;
  • Casos de Jet Lag: o distúrbio temporário de sono que ocorre quando o relógio biológico do corpo está fora de sincronia com o fuso horário local, após uma longa viagem. A melatonina, nesse caso, pode ajudar a regular o quadro;
  • Deficientes visuais: pode ajudar a regular o relógio biológico dessas pessoas.

Onde Encontrar Melatonina?

A melatonina sintética não é aprovada pela ANVISA aqui no Brasil, porque ainda não foi reconhecida como uma substância segura. A sua comercialização é legalizada em algumas farmácias de manipulação, apenas com receita médica. Além disso, tomar melatonina em comprimidos pode trazer alguns efeitos colaterais, como sonolência excessiva, fadiga, aumento do peso, arritmia cardíaca e piora da depressão.

O que muitas pessoas estão fazendo para alcançar os efeitos da Melatonina, é tomar Triptofano em Cápsulas. Mais especificamente, o Vital Caps +. Mas o que o triptofano tem a ver com isso? O Triptofano é precursor da Serotonina, que sintetiza a Melatonina.

O processo funciona do seguinte modo: o corpo converte o triptofano ingerido em 5-hidroxitriptofano, o 5-HTP. Ele, então, é convertido em serotonina e em melatonina, consequentemente. Ter os níveis de triptofano adequados fornecem ao corpo o suficiente para produzir a serotonina, que ajuda a garantir que a melatonina seja devidamente constituída. 

Vital Caps + é o suplemento de triptofano mais eficiente do mercado atual, com uma fórmula que segue níveis de exigência internacionais. Sem efeitos colaterais, o VITAL CAPS pode ser adquirido sem receita médica, e pode trazer benefícios maiores como o combate à depressão e ansiedade, além da redução do estresse e da compulsão alimentar. Sua fórmula age diretamente no sistema nervoso central de forma 100% natural. Se você ainda não conhecia o Vital CAPS +, essa é a sua oportunidade de garantir um produto que vai melhorar sua qualidade de vida de diferentes formas, principalmente trazendo de volta aquelas longas noites de sono e ao acordar um dia bem humorado e com muito mais disposição.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo