Magnésio

Você sabia que o magnésio é muito importante para a nossa vida? Essencial para muitas reações do nosso organismo, a falta desse mineral pode acarretar em grandes problemas para a nossa saúde. Descubra neste artigo o que é o magnésio, para que ele serve, quais são os benefícios, os riscos de sua falta e onde encontrá-lo.

O Que É Magnésio?

magnesio o que é

MAGNÉSIO é um mineral essencial para o nosso organismo, e é encontrado em alimentos como leite, sementes e amendoim. Ele é necessário para mais de 300 reações no corpo, como para o metabolismo, síntese proteica, produção de energia, crescimento das células e desenvolvimento do DNA e do RNA. O magnésio regula o funcionamento dos nervos e dos músculos, ajuda no controle de açúcar no sangue, controla a função cardíaca, melhora o tônus muscular e o sistema imunológico.

Este mineral atua de forma bem direcionada nos músculos e nos tecidos, sendo especialmente importante para quem pratica atividades físicas. Ele ajuda na contração muscular e no transporte de uma série de nutrientes, como o potássio. Além disso, o magnésio tem funções oxidantes, o que previne diversas doenças crônicas e inflamatórias.

A maior parte do magnésio que consumimos se encontra nos ossos. Estima-se que, em média, a quantidade desse mineral que devemos consumir esteja entre 300 e 350 mg ao dia, dependendo do peso e da altura do indivíduo. É um número relativamente fácil de se alcançar com uma alimentação balanceada e saudável. No entanto, como consumimos cada vez mais alimentos industrializados, a carência de magnésio se tornou um problema bem comum.

Para Que Serve o Magnésio?

para que serve magnésio

O consumo correto do magnésio – de acordo com as necessidades do seu corpo – pode:

  • Melhorar o desempenho físico, por causa de sua importância na contração muscular;
  • Prevenir a osteoporose, porque ele ajuda a produzir os hormônios que aumentam a formação dos ossos;
  • Ajudar a controlar a diabetes, porque trabalha regulando o transporte de açúcar;
  • Diminuir o risco de doenças cardíacas, porque diminui o acúmulo de placas de gordura nos vasos sanguíneos;
  • Aliviar a azia e a má digestão, principalmente quando usado na forma de hidróxido de magnésio;
  • Controlar a pressão arterial, com um papel especial nas mulheres grávidas que correm risco de eclâmpsia;
  • Deixar os músculos mais fortes e saudáveis, além de diminuir a fadiga e as dores em excesso durante o treino;
  • Combater o envelhecimento precoce, por ser rico em radicais livres que freiam os reflexos da passagem dos anos.

Com a maior presença de magnésio no organismo, corremos menos risco de desenvolver derrames, insuficiência cardíaca, diabetes tipo 2 e morte precoce. Além disso, esse mineral pode diminuir os sintomas que incomodam as mulheres durante a TPM, principalmente as cólicas.

A carência de magnésio altera o funcionamento do organismo, podendo causar alterações do ritmo cardíaco, má circulação sanguínea, hipertensão, irritabilidade, espasmos musculares, flatulência, excesso de colesterol, tiques faciais, cálculo renal, apatia, hiperatividade, crescimento deficiente, cansaço, enurese noturna, anemia, anorexia, ansiedade, mão e pés gelados e desorientação.

Ao perceber um ou mais desses sintomas, procure um médico para um diagnóstico correto de deficiência de magnésio. O aumento na ingestão de cálcio, proteína, vitamina D e álcool, além do estresse físico e psicológico, podem aumentar as necessidades de magnésio do seu organismo.

Onde Encontrar MAGNÉSIO?

fonte de magnésio

O magnésio deve ser absorvido por meio da alimentação. A suplementação em cápsulas funciona para regular os níveis do mineral no organismo.

Os alimentos ricos em magnésio são:

  • Grãos integrais, como aveia, trigo integral e arroz integral;
  • Legumes, como brócolis, abóbora e folhas verdes (couve e espinafre);
  • Leite, iogurte e seus derivados;
  • Oleaginosas, como amêndoas, avelã, castanha-do-pará, castanha de caju e amendoim;
  • Sementes, como as de abóbora e de girassol;
  • Café;
  • Carnes;
  • Chocolate amargo.

As maiores concentrações em números, são:

  1. Castanha de caju: 94 mg em um punhado;
  2. Feijão-carioca: 72 mg em 2 conchas;
  3. Amêndoas: 66 mg em um punhado;
  4. Gergelim: 54 mg em 1 colher de sopa;
  5. Sardinha: 51 mg em 100 gramas;
  6. Arroz integral: 50 mg 100 gramas;
  7. Amendoim: 47 mg em um punhado;
  8. Nozes: 45 mg em um punhado;
  9. Linhaça: 45 mg em 1 colher de sopa;
  10. Mamão Papaia: 39,6 mg em 1/2 unidade.

suplemento de magnésio

Os suplementos de MAGNÉSIO são recomendados em casos de deficiência do mineral, principalmente por sua praticidade. Pode-se usar tanto um suplemento multivitamínico e mineral quanto o Magnésio como único ingrediente na fórmula das cápsulas. Nesse caso, ele é normalmente usado nas formas de magnésio quelato, aspartato de magnésio, citrato de magnésio, lactato de magnésio ou cloreto de magnésio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Voltar para o Topo