Ejaculação Precoce


A ejaculação precoce é uma condição muito comum: estima-se que a cada três homens, pelo menos um apresente o problema. Ela ocorre quando o homem tem um orgasmo mais cedo do que o esperado durante a relação sexual. Normalmente, a ejaculação precoce acontece antes do primeiro minuto de penetração vaginal. No entanto, os homens que percebem uma redução significativa no tempo da ejaculação – por volta de três minutos ou menos – também podem ter a condição.

Mais comum durante a adolescência, a ejaculação precoce pode acontecer devido às alterações hormonais da fase, onde tudo no mundo do sexo é muito novo. Quando surge em homens adultos, normalmente está relacionada a fatores psicológicos como estresse, ansiedade ou medo.

É normal que o homem experiencie a ejaculação precoce algumas vezes na sua vida sexual. Caso aconteça uma vez ou outra, não é preocupante. No entanto, se acabar se tornando um problema recorrente, é importante procurar um diagnóstico médico.

Causas da Ejaculação Precoce:

Ainda não foi reconhecida uma causa exata para a ejaculação precoce. Os médicos e estudiosos acreditam que ela seja motivada por uma mistura de condições psicológicas e biológicas, como:

  • Disfunção erétil;
  • Ansiedade;
  • Problemas de relacionamento;
  • Uso de alguns medicamentos, como os psicotrópicos;
  • Níveis hormonais acima do normal;
  • Níveis de neurotransmissores acima do normal;
  • Atividade anormal do sistema ejaculatório;
  • Distúrbios da tireoide;
  • Inflamação ou infecção na próstata e na uretra;
  • Fatores genéticos;
  • Danos no sistema nervoso, causados por experiências traumáticas ou cirurgias anteriores.

Tipos de Ejaculação Precoce:

  • Primária: homens que desde o início da vida sexual têm dificuldades para prolongar a relação;
  • Secundária: quando a condição surge na vida do homem que costumava ter ejaculações normais;
  • Situacional: quando ocorre apenas em uma determinada situação. Como com uma parceira específica, por exemplo;
  • Variável: quando acontece apenas ocasionalmente, não sendo de maior preocupação.

Sintomas da Ejaculação Precoce:

O primeiro sintoma da ejaculação precoce, é ela em si. Quando o homem experiencia esse problema com recorrência, significa que ele pode estar sofrendo com o distúrbio. Outros sintomas são:

  • Dificuldade em segurar uma ereção com menos de um minuto de penetração;
  • Inabilidade de retardar a ereção durante a relação sexual;
  • Estresse, frustração e evitar o contato íntimo com o parceiro.

Fatores de Risco:

Mesmo sendo bastante comum, alguns homens estão mais propensos a desenvolver a ejaculação precoce. Os fatores de risco são:

  • Disfunção erétil: pessoas com problemas já existentes na área sexual, como em manter ou conseguir uma ereção, podem mais facilmente ter ejaculação precoce. O medo de perder a ereção também pode dificultar o controle;
  • Estresse: ficar estressado com a rotina ou com acontecimentos pontuais pode atrapalhar na hora do ato sexual. A dificuldade para relaxar ou se concentrar pode resultar em problemas de ereção e ejaculação antes do tempo;
  • Problemas de saúde: condições como as cardíacas podem aumentar a ansiedade durante a relação, causando também a ejaculação precoce.

Tratamentos para a Ejaculação Precoce:

A ejaculação precoce é tratável, e tem cura. Mesmo que muitos homens sintam vergonha ao falar sobre sua vida sexual, não deixe que isso se torne um problema muito maior do que deve ser. Ao suspeitar da frequência dele, procure um clínico geral ou um urologista. O diagnóstico médico te ajudará a encontrar o melhor tratamento para o seu caso. Normalmente, eles são feitos por meio de:

  • Terapia sexual: adotando algumas medidas simples no dia-a-dia, você pode controlar a ejaculação precoce. Masturbar-se uma ou duas horas antes da relação sexual pode retardar a ereção durante o ato. Evitar a penetração por um tempo e descobrir novas formas de prazer também pode ajudar, principalmente por tirar a pressão da penetração;
  • Medicamentos: os antidepressivos podem ser usados nesse caso, porque um de seus efeitos colaterais é prolongar a ejaculação. No entanto, eles devem ser receitados após uma consulta médica. Existem também pomadas anestésicas locais, que podem diminuir a sensibilidade do pênis e retardar a ejaculação. Alguns preservativos também têm esse efeito;
  • Psicoterapia: por ser decorrente de perturbações psicológicas, como ansiedade e estresse, a ejaculação precoce pode ser tratada por meio de um acompanhamento psicológico direcionado. Algumas sessões de terapia diminuirão a ansiedade e o profissional poderá ajudar o paciente a encontrar maneiras de contornar o problema.

Remédios Caseiros para Ejaculação Precoce:

  • Alho: ele tem ação anti-inflamatória, antibacteriana e propriedades afrodisíacas. Pode trazer vários benefícios para a saúde em geral, mas é sua propriedade anticoagulante que pode ajudar em casos de ejaculação precoce, refletindo na hora da ereção;
  • Açafrão: é muito conhecido como estimulante sexual nos países do Oriente. Tem efeito vasodilatador e pode aumentar a sensibilidade da região genital;
  • Alecrim: pode ser utilizado em banhos de assento, que ajudam a promover o relaxamento físico e mental, além de fazerem bem para os órgãos genitais;
  • Cravo: pode ser feito um chá de cravo, que ajuda a manter o fluxo de sangue pelo corpo todo, além de aliviar a tensão nervosa;
  • Gengibre: ele favorece a circulação, melhorando a qualidade das ereções.

3 Responses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar para o Topo