Dieta Grega: ou Mediterrânea? Veja se ela Emagrece Mesmo e como é o Cardápio!

Sabia que é possível fazer dieta sem sacrifícios e sem restrições, comendo coisas gostosas e diversificadas? Assim fica mais fácil fazer dieta sem desistir no meio do caminho.

Todo mundo sabe que dietas que emagrecem rápido, também engordam rápido. Essa é a principal marca dos métodos restritivos. Para mudar esse conceito e ajudar as pessoas a emagrecer da forma certa, sem sofrer efeitos colaterais e sem passar fome, surge a Dieta Grega! Uma dieta baseada no sabor e na qualidade.

A DIETA Grega também pode ser conhecida como Dieta do Mediterrâneo. Como o próprio nome sugere, traz resquícios da alimentação mediterrânea.

A Dieta do Mediterrâneo é uma nova e popular maneira de se alimentar que combina técnicas culinárias e alimentos de culturas da região do Mar Mediterrâneo e provou ser um método saudável que, além de emagrecer, traz outras vantagens para a saúde, principalmente para o coração e para quem possui problemas de colesterol alto.

A dieta consiste em pratos leves, ricos em sabores e com gorduras boas. A carne vermelha é diminuída, assim como o consumo de carboidratos complexos. O bom senso e a dosagem da quantidade de alimentos também é fundamental. Já frutas, legumes e verduras podem ser consumidos a vontade.

A Dieta GREGA é fácil e prática de fazer, com alimentos que se encontram em qualquer lugar. É possível variar o cardápio sempre, comendo coisas gostosas para emagrecer com saúde.

Ficou interessado nesse tipo de dieta que já faz sucesso dentro e fora do Brasil? Então, saiba tudo sobre a DIETA GREGA, como fazer e o que comer!

O que é Dieta Grega?

A Dieta Grega segue o estilo Mediterrâneo de alimentação para que a perda de peso possa ser fácil e eficaz. A ideia não é fazer um cardápio restritivo, mas sim, rico em alimentos saudáveis e de gordura boa, evitando carboidratos complexos e apostando nas fibras.

A DIETA GREGA é caracterizada por uma alimentação saudável e que emagrece, sem abrir mão do sabor. Ideal para quem ama guloseimas mas sofre quando o assunto é salada. Nessa forma de se alimentar é possível comer coisas gostosas também, devido a grande variedade de receitas.

A Dieta GREGA foi criado pelo médico grego Fedon Alexander Lindberg, que idealizou um tipo de alimentação que conta o índice glicêmico dos alimentos, em vez de somar as calorias, muito comum em dietas tradicionais.

Sendo assim, sua alimentação pode ser calórica, contudo que haja o controle dos carboidratos ruins, fazendo a troca por alimentos de baixo índice glicêmico.

Como Funciona a DIETA GREGA?

A Dieta GREGA consiste na contagem do índice glicêmico dos alimentos, ou seja, em vez de contar as calorias do que você come, é preciso avaliar a quantidade de carboidratos complexos que se ingere, evitando aqueles com maior porcentagem.

Segundo o criador do método, Fedon Alexander Lindberg, “o índice glicêmico é um método científico que ajuda a escolher os carboidratos corretos. Aliados à quantidade ideal de proteínas e gorduras benéficas, permitirão ao seu organismo alcançar uma saúde balanceada. Esse princípio nutricional evita a obesidade e ajuda pessoas com sobrepeso ou obesas a atingir uma redução gradual de peso e melhor saúde”, afirma o médico.

Entretanto, não é só da noção dos carboidratos que se come, que o praticante da dieta deve estar atento. É preciso saber colocar no prato as proteínas, fibras e gorduras corretas. Esse método é natural e praticamente intuitivo porque os ingredientes são básicos e fáceis de encontrar.

A Dieta do Mediterrâneo consiste, basicamente, no consumo de azeite de oliva, bem como um copo ou dois de vinho tinto por dia. Essa prática cria um plano de dieta gostoso e fácil de seguir, transformando o corpo e melhorando a aparência, além de cuidar das sensações sentimentais durante o emagrecimento.

Além disso, estudos comprovam que a DIETA GREGA combate inúmeros problemas de saúde, como câncer, doenças cardíacas, Alzheimer e Parkinson.

Como Fazer Dieta GREGA?

Para fazer a Dieta GREGA não tem mistério. Com alimentos fáceis de encontrar e receitas criativas, é possível variar o cardápio sempre, sem correr o risco de enjoar e desistir da dieta.

A regra é seguir uma alimentação com baixo índice glicêmico, rica em fibras e em gorduras boas. Por isso, o azeite é totalmente liberado, assim como as frutas, legumes e verduras, e as carnes brancas.

Os Principais Ingredientes da Dieta Grega são:

  • Azeite de oliva;
  • Iogurte;
  • Hortaliças;
  • Leguminosas;
  • Peixes e frutos do mar;
  • Grãos integrais;
  • Vinho;
  • Ervas e especiarias;
  • Frutas;
  • Café;
  • Chá;
  • Nozes;
  • Sementes;
  • Aves;
  • Ovos.

Para ajudar quem ficou interessado na DIETA GREGA e não sabe por onde começar, listamos dicas de alimentação durante o dia. Basicamente, é possível seguir essa linha de cardápio:

Cardápio DIETA GREGA:

  • Manhã: pão caseiro integral, iogurte grego e frutas;
  • Almoço: ovos, queijo feta, leguminosas temperadas com ervas e especiarias;
  • Lanches: café, nozes e sementes a tarde;
  • Jantar: pão com azeite acompanhado de uma taça de vinho e/ou vegetais e frango grelhado.

Agora é só se inspirar e procurar receitas que fazem parte da Dieta Grega. Você vai se surpreender com a variedade de cardápios e sabores, facilitando ainda mais o processo de emagrecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar para o Topo