Saiba tudo sobre o Cromo que Emagrece

O cromo é mais um mineral pouco conhecido, mas que é muito necessário para o bom funcionamento do nosso corpo. Uma das principais funções do cromo é melhorar a sensibilidade à insulina, que consequentemente previne a diabetes tipo 2. O cromo também pode ajudar a controlar o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL).  O cromo é um metal de transição que não é produzido bioquimicamente pelo corpo, portanto, a ingestão deste mineral é importante.

Mulher na praia segurando lenço

Quando há uma deficiência do cromo no nosso corpo, há uma perda da sensibilidade do corpo à insulina. A consequência disso é a absorção rápida de açúcar, que leva ao consumo de mais açúcar para estabilizar os níveis de glicose do sangue. Um forte indício de que há carência de cromo no corpo é a compulsão por doces. Essa perda da sensibilidade e compulsão por doces pode causar o aumento de peso, diminuição da sensação de saciedade e doenças como diabetes tipo 2.

O que é Cromo?

O cromo é um mineral essencial para a saúde. É considerado um elemento traço – quer dizer que a sua concentração é muito baixa – e apenas em casos extremos pode causar efeitos colaterais. A deficiência de cromo no corpo humano pode causar problemas de glicose e problemas cardiovasculares. O cromo é amplamente indicado para mulheres grávidas, pois o mineral é essencial para o bom desenvolvimento do bebê. A versão tóxica do mineral é o cromo VI, usado em processos industriais. No Brasil, a indústria de curtimento de couro são as causadoras da poluição desse tipo.

Cromo Emagrece?

Para quem deseja perder peso, o cromo é um importante mineral que deve ser ingerido na dieta. O cromo sozinho não emagrece, mas ajuda a manter a glicose controlada, o que é extremamente importante para quem quer emagrecer. Ele diminui a vontade de comer e principalmente, o desejo de comer doce. O cromo potencializa a ação da insulina e ajuda quem quer reduzir a gordura corporal. Também ajuda no processamento das proteínas de quem quer ganhar massa muscular. O cromo é muito recomendado na dieta de pessoas obesas, tanto para perder peso quanto controlar a sensibilidade à insulina.

Como o Brasil esta entre os países que não consome a quantidade indicada de cromo por dia, a suplementação é indicada. Pequenas quantidades ingeridas por suplementos não são prejudiciais ou tóxicas, porém o excesso pode causar efeitos colaterais como irritações da pele, cartilagem nasal, pulmões e o sistema digestivo. Possivelmente em casos extremos de intoxicação pode causar câncer de pulmão. Pessoas com doenças renais ou hepáticas devem evitar a suplementação de cromo.

O cromo é essencial para atletas ou pessoas que praticam exercícios físicos. O cromo é facilmente expelido pelo corpo, para atletas e pessoas que transpiram em excesso, a deficiência de cromo pode ser um problema comum. O cromo é eliminado pelo suor, então a dieta das pessoas que praticam qualquer exercício deve ser cuidadosamente pensada e balanceada, para que não haja deficiências. Outra indicação importante de nutricionistas e médicos é reduzir o consumo de carboidratos simples – balas, chocolates, batata, pão branco e refrigerantes – eles reduzem o cromo no corpo.

Mulher de braços apoiados na cintura olhando para o horizonte.

Onde Encontrar Cromo?

O cromo pode ser encontrado em diversos alimentos que estamos acostumados, para a melhor absorção e ação do cromo, indica-se uma dieta rica em vitamina C. A carne vermelha é um alimento rico em cromo, principalmente as vísceras, que são: moela, coração e fígado. O cromo pode ser encontrado principalmente em alimentos integrais, como macarrão, farinha de trigo, arroz e até mesmo o açúcar mascavo. O processo de refinação remove grande parte dos nutrientes dos alimentos. O levedo de cerveja é um cereal rico em cromo, pode ser usado como farinha para fazer pães, temperar saladas e para incrementar outros alimentos.

Carne com cebola e verduras

Investir em dietas ricas em aveias, sementes e alimentos integrais é a melhor forma de incrementar o cromo na dieta. Existem frutas ricas em cromo, uva, açaí, banana e maçã. Tente sempre ingerir da maneira mais natural possível, para não perder nenhum componente nutritivo da fruta. Tomate, cenoura e ovo também são ricos em cromo. Evite preparações excessivamente gordurosas, como a fritura por exemplo, o ovo perderá todos os seus nutrientes e o potencial gorduroso irá dobrar. O extrato de tomate também possui quantidades de cromo, mas que não chega a ser relevante, use o tomate para fazer o seu próprio extrato de tomate, assim você saberá exatamente o que estará consumindo.

Cromo Quelato

O Cromo Quelato é a suplementação do cromo. Serve para complementar a alimentação, que pode não atingir a porção diária de cromo. O Quelato de Cromo deve ser indicado por um médico ou nutricionista perante um exame de sangue e uma avaliação completa dos hábitos do paciente. O excesso de Cromo Quelato pode causar alguns efeitos colaterais, como problemas na pele. Existe diversas marcas que disponibilizam o Cromo Quelato em cápsulas para venda. O Cromo Quelato é mais facilmente absorvido pelo intestino, promovendo uma melhora nos níveis de glicose e colesterol bom rapidamente.

Cápsulas de suplementos diversos

Preço

O preço varia conforme a região e a forma de pagamento. É possível encontrar o Cromo da Cromofina que contém o pote com 120 cápsulas com valor bem acessível. A Cromofina é a melhor marca de Cromo existente no mercado atualmente, com vários benefícios para a saúde e muitos relatos de pessoas que perderam muito peso e melhoraram dos sintomas que sofriam com o uso deste suplemento natural. Tome cuidado com as certificações dos produtos que você está consumindo.

 

Fontes:

https://www.msdmanuals.com/pt-br/profissional/t%C3%B3picos-especiais/suplementos-alimentares/cromo

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12081828 

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23495911

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo