Ácido Hialurônico

O que é o Ácido Hialurônico?

O ácido hialurônico está presente naturalmente em vários locais no corpo, como nos ossos, nos músculos e principalmente na pele. Nela, a substância atua preenchendo o espaço entre as células, mantendo-a lisa, elástica e bem hidratada. Com o passar do tempo, a sua concentração na pele diminui, causando o aparecimento de rugas e o ressecamento da pele.

Depoimentos:

Basta uma pequena pesquisa online para encontrar diversos depoimentos de pessoas que já usaram e aplicaram o ácido hialurônico. Veja alguns deles:

Para que Serve o Ácido Hialurônico?

Por conta da diminuição progressiva da substância no organismo, a aplicação de ácido hialurônico tem se tornado cada vez mais comum. Ela traz uma série de benefícios para a pele, como a regeneração do tecido, maior suporte e hidratação na região e a redução de rugas e linhas de expressão. Resumindo, o ácido hialurônico pode:

  • Hidratar a pele;
  • Prevenir o envelhecimento precoce;
  • Evitar o surgimento de rugas e linhas de expressão;
  • Controlar a flacidez;
  • Prevenir as olheiras;
  • Fortalecer a pele;
  • Proteger a pele contra a radiação solar e a poluição.

Além do uso estético, o ácido hialurônico pode ser usado na melhora de processos ortopédicos e reumatológicos. Também é adequado na oftalmologia, onde contribui na forma esférica dos olhos.

Funciona? Como Fazer?

mulher esticando as rugas

Para aplicar e repor o ácido hialurônico na pele existem duas alternativas: os dermocosméticos e os procedimentos clínicos. Veja abaixo os benefícios de cada um deles.

Dermocosméticos com ácido hialurônico: o tratamento é feito de forma tópica, com cosméticos de alta potência com o ácido. Eles oferecem mais hidratação, viço e firmeza. O ácido hialurônico tem a capacidade de atrair moléculas de água, conferindo a ele o efeito preenchedor. Os produtos com esse composto costumam ser bem versáteis, podendo ser usado tanto durante o dia, como durante a noite. Quando aliado a outros cosméticos com vitamina C, retinoides e outros renovadores celulares, o ácido hialurônico pode compor um excelente papel na prevenção do envelhecimento.

Preenchimento com ácido hialurônico: é feito com o propósito de repor o volume em determinada parte do rosto ou para atenuar as rugas estáticas. Essa técnica consegue redefinir os contornos da face (queixo, mandíbula, nariz e maçãs do rosto) e tratar as rugas fundas e as olheiras. Além disso, pode ser usado para repor o volume das mãos e e dos lábios. Também pode ser usado para dar sustentação e definir estruturas faciais.

Os cuidados antes de iniciar o tratamento com o ácido hialurônico incluem uma anamnese e um exame clínico do paciente, descartando alguma possível contraindicação. Na véspera do procedimento, é preciso evitar o consumo de bebidas alcoólicas. Cerca de uma semana antes, evite anticoagulantes como o ácido acetilsalicílico e o ginkgo biloba. O uso de filtro solar é imprescindível antes e depois do procedimento.

Seguidamente ao procedimento, é recomendado massagear o local com a ponta dos dedos, por cerca de dois a três dias. Caso ocorram hematomas, a massagem é contraindicada. Não se exponha ao sol e aplique gelo no local nas primeiras 24 horas.

Onde Encontrar?

mulher cuidando da pele do rosto no espelho

O procedimento de aplicação do ácido hialurônico deve ser feito por um profissional, com anestesia local. O dermatologista utiliza uma agulha ou uma cânula, injetando a substância lentamente na área desejada.

Atualmente, o ácido hialurônico é um dos tratamentos mais utilizados quando falamos de preenchimento. Isso porque é um implante reabsorvível, é biocompatível e ainda não existem relatos de hipersensibilidade à substância.

Mesmo que essa substância seja produzida naturalmente pelo nosso corpo, é recomendado que, a partir dos 25 anos, seja iniciado o tratamento com o ácido hialurônico. É nessa idade que a produção natural da substância diminui, afetando a pele e deixando-a flácida e com rugas. Assim, é possível controlar os efeitos crescentes da idade, que refletem na pele.

Por ser um ácido natural e produzido pelo nosso corpo, é possível encontrar alimentos que são ricos em ácido hialurônico. Alguns exemplos para adicionar ao cardápio diário são as carnes fibrosas, as partes de animais com tendões e cartilagens, o salmão, a soja e seus derivados e a batata.

Nos dermocosméticos, é só buscar aqueles que contém ácido hialurônico na fórmula. Podem ser em forma de creme, tônicos, séruns, máscaras e protetores labiais.

Contraindicações:

Apesar de todos os benefícios do ácido hialurônico para a pele em geral, atente-se às contraindicações da aplicação da substância. Ela não deve ser feita em indivíduos com hipersensibilidade ao composto e em pessoas com problemas de coagulação. Áreas com doença ativa de pele, inflamações e feriadas ou com um implante permanente não devem receber aplicações do ácido.

Preço do Ácido Hialurônico?

São muitas opções de produtos enriquecidos com ácido hialurônico no mercado. Em cremes e pomadas, ele pode agir concomitantemente com a vitamina C para frear o envelhecimento. É possível encontrá-los em lojas especializadas em cosméticos ou farmácias.

Outra alternativa é manipular a formulação do ácido hialurônico em cremes ou cápsulas, procurando a farmácia de manipulação de sua preferência. Em ambos os casos, os valores variam entre 50 e 200 reais.

Já a aplicação subcutânea de preenchimento com o ácido hialurônico, feita com um profissional, varia os preços entre 400 e 700 reais por sessão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo