Ácido Fólico + Ácido Pantetônico

O ácido fólico e o ácido pantotênico (vitamina B5 e B9, respectivamente) fazem parte do complexo vitamínico B, muito importante para o corpo de maneira geral. Combinados, formam uma composição muito utilizada em cosméticos e produtos de beleza, que trazem benefícios para os cabelos, a pele e as unhas. Uma fórmula que contém as duas vitaminas, pode melhorar o aspecto da sua aparência de dentro para fora.

Veja o que fazem cada um desses componentes:

Ácido Fólico

cápsulas formando a palavra b9

Também conhecido como vitamina B9, é muito importante para quase todas as funções do organismo. Essencial para a síntese de reparação do DNA, para a divisão e para o crescimento celular, para a produção de proteínas e de novas hemácias, o ácido fólico em níveis satisfatórios no corpo traz muitos benefícios para a saúde. Conheça alguns deles:

  • É benéfico durante a gravidez: importante para o bom desenvolvimento fetal e para a formação do tubo neural, o ácido fólico, nesse caso, deve ser suplementado;
  • Faz bem para a pele, unhas e cabelos: ajuda no crescimento das unhas e do cabelo, combate acne e dermatite, deixa a pele viçosa e controla a oleosidade;
  • Fortalece o sistema imunológico: vitaminas do complexo B são muito importantes para manter a imunidade em dia, principalmente a vitamina B9;
  • Faz bem para o cérebro: é essencial para uma função cerebral adequada, desempenhando um papel importante na capacidade cognitiva e na saúde mental e emocional. Também tem valor significativo na produção de serotonina, o hormônio do bem-estar;
  • Faz bem para o coração: quando combinado às vitaminas B6 e B12, o ácido fólico forma uma coenzima que reduz os níveis de homocisteína, aminoácido que afeta o sistema circulatório e o coração, impedindo a reparação celular;
  • Pode prevenir o câncer: quando suplementada, a vitamina B9 pode prevenir a progressão do câncer.

Deficiência de Ácido Fólico

A carência dessa vitamina costuma ser assintomática. No entanto, pode levar à anemia e malformações neurológicas, no caso de gestantes. Os sintomas aparecem já em casos graves, e podem se apresentar na forma de fadiga, falta de ar após esforço, dores de cabeça e feridas na boca.

Fontes de Ácido Fólico

Dentre os alimentos ricos em ácido fólico, se destacam – principalmente – as folhas verde-escuras, como espinafre, brócolis, couve, alface e salsa. Também é possível encontrar bons níveis de vitamina B9 nos cereais integrais, feijões, cogumelos, vísceras, abacate, manga, laranja, tomate, melão, banana, levado de cerveja e gérmen de trigo.

São muitos os alimentos com uma boa porcentagem de ácido fólico. Um cardápio balanceado, na maioria dos casos, cobrirá a quantidade recomendada da vitamina diariamente. No entanto, a suplementação é recomendada em casos de gravidez, lactação, anemia e excesso de homocisteína. O álcool também interfere a absorção da vitamina, aumentando a quantidade dela que é eliminada na urina.

Ácido Pantotênico

ovos, repolho, carne e couve

É a vitamina B5, essencial para a produção de energia e para a manutenção do sistema nervoso. Ela também participa de forma ativa na metabolização de gorduras, proteínas e carboidratos. É um componente solúvel, e por isso, nosso corpo não consegue estocá-la. Por isso, é importante manter uma dieta rica em ácido pantotênico ou fazer a suplementação para obter os níveis suficientes da vitamina.

O ácido pantotênico é muito utilizado em cosméticos e produtos para a pele. Isso porque ele ajuda a recuperar queimaduras, irritações e acne, além de ajudar nos processos de cicatrização. Dessa forma, mantém a pele jovem, bonita e viçosa.

É essencial na produção de hemácias. Também desempenha um papel importante protegendo o sistema digestivo e controlando a liberação de hormônios sintetizados pelas glândulas suprarrenais. A vitamina B5 também participa ativamente na síntese do colesterol e na produção de acetilcolina, o neurotransmissor que controla as contrações dos músculos.

Também pode ser utilizado para melhorar sintomas da artrite reumatoide, fortalecer o sistema imune, estimular a síntese de estrogênio e testosterona e manter o metabolismo cerebral em dia.

Benefícios da Vitamina B5

  • Mais energia: baixos níveis de vitamina B5 podem causar fadiga e baixos níveis de glicose na circulação. ELe garante que as gorduras e os carboidratos sejam metabolizados corretamente, para se transformarem em energia;
  • Reduz os níveis de colesterol: ajuda a reduzir os níveis de LDL e triglicerídeos no sangue. Também pode ajudar a aumentar os níveis de colesterol bom, regularizando-o no organismo;
  • Diminui a oleosidade da pele: dessa forma, pode prevenir e até eliminar a acne. O ácido pantotênico reduz a secreção de sebo que obstrui os poros, melhorando o aspecto da pele;
  • Previne a queda de cabelo: garante que seja feito o fornecimento adequado de energia para as células, que metabolizam os nutrientes e deixam os folículos pilosos nutridos;
  • Melhora a cicatrização: acelera o processo de recuperação da pele.

Deficiência de Ácido Pantotênico

Por estar presente em muitos alimentos, a deficiência é rara. No entanto, inclui sintomas como insônia, depressão, irritabilidade, fadiga, sensação de queimação nos pés, cãibras, dores de estômago e infecções respiratórias.

Fontes de Ácido Pantotênico

É fácil encontrar fontes de vitamina B5, já que ela está presente em quase todos os alimentos naturais. As principais fontes são o shiitake, a batata-doce, o queijo cottage, salmão, atum, abacate, ovos, fígado, carne vermelha e semente de girassol.

Para realizar a suplementação, é importante fazê-la em conjunto com a suplementação de todo o complexo vitamínico B. Se os níveis dessas vitaminas estão em desequilíbrio, isso pode causar efeitos colaterais.

mulher tocando o rosto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para o Topo